quinta-feira, janeiro 08, 2009

EBA/UFBA Saldo 2008

Depois de 40 anos retornei a velha e querida UFBA! Em 70 me tornei economista. Em 2008, matrícula especial em Belas Artes para sistematizar meus conhecimentos neste mundo mágico e fantástico da história da arte.

Da antiguidade ao século XXI. Uma grande viagem! Tudo isto em apenas 01 ano foi um esforço grande, mas compensador. História da Arte I e II, Arte Contemporânea e Arte Brasileira. Ufa!!!

Começando de forma autodidata, após este ano na EBA já consigo identificar os movimentos e estilos para enquadrar minhas ensamblagens e algumas atitudes do homem e do artista.

O maneirismo com seus contornos e figuras distorcidas, abriu alas para os “....ismos” que se multiplicaram a partir do século XIX. Os seus seguidores consideravam que arte não se ensinava na academia e que o artista já nascia pronto. Foi assim que comecei, sem nenhum conhecimento formal, acadêmico. Pura inspiração brotada das minhas vivências por aqui e por ali.

Baudelaire, um intelectual e crítico do seu tempo, dizia que “a casa do homem moderno é a rua”, naquela Paris que tanto me fascina. Dandi e flaneur, dois tipos daquela época. O primeiro, elegante e vaidoso. O segundo observador, meio que vagal. Eu me rotulo de asfáltico. Tudo a ver.

No século XX a arte toma rumos diversos, em função das mudanças sócio-políticas, do avanço da tecnologia, da mudança da postura dos artistas. A arte sai da retina e instiga a mente. Diversos suportes e materiais são introduzidos. A pintura sai da superfície plana da tela ganhando volume e formas. Manifestações artísticas diversas mesclando artes plásticas, dança, música, teatro..... O artista não é mais apenas o pintor.

Dadaísmo, os ready mades de Marcel Duchamp. Colagens de Braque e Picasso. Objetos trouveé. Utilizando ícones do imaginário, experiências vividas, raízes afro-baianas, hábitos e costumes contemporâneos, a minha urbanidade e, muitos dos conceitos, estilos e movimentos da arte, dos quais não tinha conhecimento tornei-me um artista ensamblagista. Axé.

Luciano Freitas, jan 2009

4 comentários:

Overlack Ramos Campos Filho disse...

Parabens. Vá em frente!
Um abraço, Overlack

Luciano Freitas disse...

luciano, meu querido.
estou acompanhando seu trabalho, obrigado por me colocar em sua lista de
correspondentes.
Fico contente com seus estudos na eba e pela repercussão de suas
ensamblartes.

Sérgio Farias

Luciano Freitas disse...

"Parabems sr profesor de arte!"

Luiz Roca

Diego Cardoso disse...

Gostei do saldo na UFBA.
E ai quando sai seu manifesto??
ATE!